8 de março de 2016

Uma carta de mulher para mulher

8 de março de 2016

A ideia de se criar o Dia Internacional da Mulher, surgiu logo no início do século XX, nos Estados Unidos e na Europa. 

Quando eu era mais nova, sinceramente, não entedia a tamanha importância do dia da mulher. Para mim, também deveria existir o dia do homem, afinal, somos todos "iguais". Hoje, percebo que este dia celebra a força de mulheres que lutaram e continuam lutando por melhores condições de vida e trabalho. Por uma sociedade justa e igualitária para ambos os sexos. 
Foi com a força do movimento feminista, que obtivemos importantes conquistas como a pílula anticoncepcional e a revolução sexual, o voto feminino, a Lei Maria da Penha no Brasil, entre outras. Vale a pena destacar: a bióloga Bertha Lutz, que foi a principal articuladora do período em que as mulheres conquistaram o direito do voto em nosso país. Ela foi uma das idealizadoras do Partido Republicano Feminino, e trabalhou para mudar a legislação trabalhista que diz respeito ao trabalho feminino e infantil; a compositora e pianista Chiquinha Conzaga, que foi a primeira mulher brasileira a estar à frente de uma orquestra; a primeira médica formada no Brasil, Rita Lobato Velho; a nadadora Maria Lenk, que foi a primeira atleta brasileira a participar de uma Olimpíada; a escritora, Nélida Piñon, foi a primeira mulher a ocupar a presidência da Academia Brasileira de Letras.
Percebam que eu coloquei a palavra "iguais" no início do texto entre aspas, infelizmente para criticar que, apesar da luta incansável de mulheres incríveis ao longo da história, ainda não somos tratadas com total igualdade dentro desta sociedade machista.
Por isso, mulher, eu desejo que você tenha a coragem para viver livremente da forma que bem entender. Que não aceite preconceitos em relação ao gênero e a coisa nenhuma. Que use a sua voz!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

TOPO ▲
Blogando e Tecendo© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. TECNOLOGIA BLOGGER 2015/2016. Design por Kfofo Design